Travessia aos Pirinéus em Autonomia

22 06 2009

Sábado dia 20 de Junho o grupo de 3 bravos aventureiros Egitanienses que pertencem à equipa de OriBTT do Clube de Montanhismo da Guarda,  de seus nomes, Paulo Coelho, Tiago Lages e José Gonçalves, partiram em busca da conquista dos Pirinéus, numa travessia de Bicicleta em autonomia  TOTAL, durante 16 dias com mais de 1000Kms a percorrer e mais de 27000 mtrs de acumulado para ultrapassar!!

Brevemente esperemos poder dar mais informações sobre estes aventureiros e sobre como está a correr esta grande aventura pelo coração dos Pirinéus. Da parte da GarBike desejamos aos 3 uma excelente Travessia e que tudo corra bem sem problemas de maior.

P3140282

Boas pedaladas e Boa sorte

Anúncios




David Rodrigues continua Imparável…

4 06 2009

Desta vez foi na Taça do Mundo de XCO em Madrid que David Rodrigues voltou a dar frutos, ao vencer categóricamente esta prova de ambito Internacional.

Noticia in O Interior: http://www.ointerior.pt/noticia.asp?idEdicao=499&id=23747&idSeccao=5921&Action=noticia

 

Resumo da Prova:victóriaNo arranque o David Rodrigues apesar de estar bem posicionado na linha da frente, teve dificuldades no arranque e foi engolido pelo pelotão no arranque, logo na 1ª volta, mas consegue recuperar para o grupo perseguidor uma vez que o Francês Hugo Drechou já ia isolado na frente. A partir dai assistiu-se a uma espectacular perseguição encabeçada pelo David Rodrigues e pelo Suiço Matthias STIRNEMANN, onde ainda seguia outro Português Mário Costa, que com a evolução da prova ficou para trás no 2º grupo perseguidor. A perseguição liderada pelo Luso e pelo Suíço rendeu frutos e já na 3ª volta David Rodrigues se encontrava colado ao Francês deixando o Suíço para trás. Ainda no final da 3ª volta o Suíço consegue colar ao grupo da frente. Mas sucedem-se vários ataques na ultima volta e só resistem o atleta Luso e o Francês, deixando para trás Matthias STIRNEMANN. Na ultima subida deu-se um espectacular disputa ombro a ombro com o Português David Rodrigues a levar a melhor mas mesmo assim a ter obrigatoriamente que sprintar para a meta para não perder a liderança.